5 dicas eficientes de como criar uma senha

5 dicas eficientes de como criar uma senha

Senhas curtas e fáceis de lembrar e de digitar são muito atraentes. Salvá-las diretamente no navegador para evitar escrever tudo de novo também parece bem sedutor. No entanto, essas práticas facilitam muito a ação de hackers. Por isso é importante saber como criar uma senha forte.

É importante lembrar que acessamos todo tipo de informação vital por meios digitais, desde o login na rede social mais leve até a nossa conta bancária. Os dispositivos também são variados, como smartphones, desktops e notebooks, e os hackers estão a cada dia mais sofisticados, quebrando senhas em poucos minutos e colocando os negócios em risco.

Ainda há um grande número de internautas que protegem seus perfis, e-mails e outros cadastros com combinações muito fáceis, como palavras e sequências numéricas que remetem diretamente ao usuário. Vamos, então, conhecer 4 dicas para produzir senhas resistentes. Confira!

1. Utilize uma combinação diferente para cada site

Por mais que certas sequências de letras possam ter um valor sentimental inestimável para você, é uma boa medida diversificar os dados de acesso de acordo com cada página. Afinal, se um ciberataque conseguir quebrar uma de suas senhas, o invasor mal-intencionado terá acesso total.

Provavelmente você (ou alguém que você conhece) já recebeu um e-mail informando que alguém, do outro lado do mundo, tentou acessar a sua conta. Para dificultar essa tentativa de intromissão, altere suas senhas a cada 60 dias!

2. Evite palavras óbvias

Não utilize palavras muito comuns. Esses termos são alvos ideais para os invasores e para os programas dedicados a desvendar senhas. Também evite usar palavras e números que são muito associados a você, como datas de nascimento, times do coração, nomes de animais ou idade.

É uma boa ideia considerar uso de frases na criação de senhas. Alguns exemplos são trechos de letras de músicas preferidas ou versos de poesias. Ao contrário de palavras simples, as frases são mais complicadas de quebrar.

3. Cuide bem de seus lembretes

Muitas pessoas têm o hábito de colar diversos lembretes no monitor. Porém, é essencial não guardar as senhas desse modo  muito menos criar um documento com todas as informações armazenadas e salvar no desktop ou no disco rígido do computador.

O mais indicado é guardar os dados em um pen drive ou em um disco externo. Mantenha o dispositivo em um local seguro, longe do computador. Nada de guardar o arquivo externamente e manter a unidade conectada ao notebook por tempo ilimitado!

4. Invista na variedade de caracteres

Trabalhe com senhas que contenham, ao menos, 8 caracteres, variando entre minúsculas e maiúsculas, símbolos (como asteriscos e arrobas) e números. Não precisa transformar a combinação em uma gangorra: uma maiúscula no início já está de bom tamanho.

5. Bônus: As 25 senhas mais "manjadas" da internet.

Com base em uma pesquisa realizada pela Keeper Security em 2016, eles listaram as 25 senhas mais utilizadas por usuários de internet em todo o mundo. Consequentemente, são as senhas mais vazadas também. Confira com atenção, se você estiver utilizando algumas delas, já sabe que terá que alterar sua senha o quanto antes:

1- 123456

2-123456789

3- qwerty

4- 12345678

5- 111111

6- 1234567890

7- 1234567

8- password

9- 123123

10- 987654321

11- qwertyuiop

12- mynoob

13- 123321

14- 666666

15- 18atcskd2w

16- 7777777

17- 1q2w3e4r

18- 654321

19- 555555

20- 3rjs1la7qe

21- google

22- 1q2w3e4r5t

23- 123qwe

24- zxcvbnm

25- 1q2w3e

 

Conforme percebemos, saber como criar uma senha forte depende tanto de criatividade quanto de disciplina. Lembrando que manter a combinação estática por anos e utilizá-la em diversos sites não é uma boa ideia. Em suma, atualizar e diversificar as combinações é o segredo para evitar que visitantes inconvenientes descubram os caminhos para acessar nossos dispositivos. 

Os riscos ainda existem, mas dificultar a invasão é uma medida fácil e prudente. Gostou das dicas? Aproveite a vistar para saber mais sobre os diversos tipos de ciberataques e como se proteger deles.

Compartilhe isso: