6 dicas para prevenir sua empresa contra crimes virtuais

6 dicas para prevenir sua empresa contra crimes virtuais

Ouvir, assistir ou ler notícias sobre crimes virtuais tem sido cada vez mais comum. Tais delitos praticados por meio da internet são recorrentes porque as pessoas cultivam a ideia de que ambiente virtual é um local sem leis. Os casos mais divulgados e que têm chamado a atenção são aqueles praticados contra instituições conhecidas, como a FBI, Sony ou até mesmo governos. No entanto, grandes, médias e micro e pequenas empresas também têm sofrido com essas invasões de celulares e computadores, acarretando perda de dados importantes. Mais do que assustar, esses acontecimentos acabam levando a uma reflexão: o seu negócio está protegido contra esses crimes? Se você ficou em dúvida, a resposta é não. Então, confira algumas dicas para prevenir a sua empresa desses ataques. Boa leitura!

1. Invista em antivírus

Pode parecer uma dica bastante básica e óbvia, porém, muitas organizações ainda têm sofrido com crimes virtuais por não contarem com um bom antivírus. Portanto, essa preocupação deve ser uma das principais. Para escolher um excelente programa de proteção, busque referência na internet, acompanhe o desempenho do software e não deixe de comparar a credibilidade dos sistemas por meio do AV-Teste.

2. Monitore o acesso ao banco de dados

É fundamental que as empresas utilizem uma tecnologia capaz de proteger e detectar o banco de dados contra acessos inconvenientes, prevenindo o roubo e a perda de informações relevantes. É necessário que a ferramenta atue em tempo real, emitindo bloqueios e alertas no caso de uma invasão suspeita.

3. Utilize Scan de vulnerabilidades

Esse é um recurso que consegue simular uma aplicação web ou uma visita ao site, detectando os “pontos fracos”. Ou seja, ele vai construir um relatório, no qual estarão detalhadas a gravidade da situação e as medidas que devem ser tomadas para evitar um ataque cibernético.

4. Mantenha sistemas e computadores atualizados

Os avisos de atualização não existem sem um motivo. Eles devem ser levados a sério, pois computadores e sistemas desatualizados é tudo o que os hackers desejam para fazer uma invasão. Os criminosos da internet estão sempre procurando brechas e falhas de segurança para realizar um ataque. Então, fique atento e faça as atualizações necessárias de seus programas frequentemente.

5. Crie uma política de segurança

Os acessos que são ilimitados pela equipe de profissionais em banco de dados e sistemas, sem regras ou padrões, podem contribuir muito para a ação dos hackers. Portanto, é indispensável que se crie uma política de segurança na empresa, caso você tenha a intenção de proteger o seu sistema de crimes virtuais. Então, restrinja permissões e defina as normas para o uso dos programas, adequando conforme as necessidades da organização. Lembre-se ainda de manter a sua equipe sempre informada sobre o assunto.

6. Faça backups constantes

Mesmo seguindo todas essas dicas, o seu negócio ainda não estará livre de sofrer ataques — é claro que as chances de ataques serão menores, principalmente quando se compara com aqueles que não realizam ações de proteção. Por isso, temos uma última dica para você: reforce a sua prevenção.   Faça backups constantemente a partir de uma empresa especializada no assunto. É importante que você tenha cópias de segurança dos documentos, arquivos e dados da empresa. A Brasil Work, por exemplo, é focada na prestação de serviços de infraestrutura para internet e disponibiliza o Produto Cloud Backup, que lhe permite gerenciar os Backups de seus Servidores e Computadores de uma forma simples e fácil.   Esse, sem dúvidas, é o melhor investimento que você fará, garantindo a tranquilidade diante de situações inesperadas. Seguindo essas dicas, você certamente evitará prejuízos e minimizará o impacto de possíveis crimes virtuais na sua empresa.   E aí, o que achou deste post? Gostou? Então aproveite e curta a nossa página no Facebook para acompanhar as nossas atualizações!

Compartilhe isso: